5 de janeiro de 2014

EXERCÍCIO DE ANO NOVO PARA UMA VIDA COMPLETAMENTE DIFERENTE


Já é dia 5 de Janeiro e ainda não parei para fazer uma reflexão sobre 2013 ou para fazer aquela listinha maçadora de resoluções para o ano novo. Não posso permitir isto. Pelo menos a reflexão é importante para percebermos se desperdiçámos o ano ou não.
Vou começar por aí: definitivamente não desperdicei o ano. Foi um ano bom mas difícil em vários aspectos. Tive um bebé, que é a cereja no topo de uma vida, mas também houve coisas difíceis que nem vale a pena relembrar. De 2013 vou gravar apenas os olhos de um bebé que fica mais inteligente, mais emotivo, mais característico e mais engraçado cada dia que passa. (Vou tentar esquecer que não durmo desde que a Zolita nasceu, porque ela é o "furacão-nocturno de santos").
Deve ser rara a vez que alguém cumpre listas de resoluções de ano novo porque a vida não é uma tabela de excel, por isso decidi que os objectivos de 2014 podem ser extravagantes. Posso aproveitar para almejar coisas que à partida serão inatingíveis e surreais, mas se formos sempre "pés na terra" é que não saímos mesmo dela (da terra). Também pode por uma vez na vida ser uma lista egoísta. Eu tenho sempre tendência para ser Madre Teresa de Calcutá e pensar nos coitadinhos em primeiro, portanto para conseguir fazer este exercício vou imaginar que vivemos num mundo onde todos têm o que desejam, e a opulência predomina (senão não consigo evitar problemas de consciência). Aqui vai, objectivos de 2014:
-ter uma casa à beira-mar com jardim e garagem (pode vir com carro novo)
-ir ao Brasil em primeira classe fazer uma tour começando em Salvador, passando pelo Rio e acabando em S. Paulo, e aproveitar para visitar vários amigos
-ir à Austrália em primeira classe e visitar o país durante um mês, comer nos melhores spots e ir às melhores praias
- ir a uma livraria e gastar 300€ em livros e afins
-fazer workshops (vários, podem ser de comida vegetariana, sushi, ilustração, costura, por aí fora)
-ver um concerto de Jack White a partir do backstage, enquanto bebo caipirinhas servidas num tabuleiro
-mude ou não para a casa à beira-mar, investir 5.000€ num restyling total da minha moradia, começando em móveis e acabando em talheres
-ter muito tempo livre
-voltar à dança
- ir a Marrocos só para comprar especiarias e pratarias (brincos, pulseiras, essas futilidades)
-contratar um serviço de catering diário para me servirem o peq. almoço, o almoço e o jantar em casa
-fazer uma mudança de visual (a começar no cabelo, e a acabar na sapateira)
-fazer pouca ginástica e ficar com um corpo escultural =)
-pintar, patinar, surfar e fazer ilustrações (atenção que só surfei duas vezes)
-ir a um spa uma vez por semana fazer massagens enquanto ouço Ravi Shankar e como tiramissú

Pronto… estou satisfeita. Se metade destas coisas se cumprirem sozinhas, posso dar o ano por espectacular.

…..

Foi interessante fazer isto, estamos tão habituados a pensar só no possível que às tantas a nossa cabeça não consegue libertar-se. Pronto e agora vou trabalhar.


3 comentários: