10 de março de 2014

VERY MESSY INDEED o__O


Hoje recebi a actualização de uma newsletter sobre bebés, que subscrevo desde que a Zola Maria nasceu. Dizia assim: "Parabéns, o seu bebé está quase a fazer um ano (confirma-se). Os próximos passos serão falar, socializar e muito mais independência. No entanto prepare-se, de mão dada com isto costumam aparecer as primeiras birras de carácter". E pumba, a noite passada não dormi. Birra enfatizada com gritos nocturnos, vizinhos acordados, um regalo para todos os sentidos às 4h da manhã. A newsletter afinal era mais do que uma simples mensagem, era um oráculo.
Ela foi à escola, nós ficámos zombies ao quadrado e o dia passou. Quando a fui buscar a professora deu-me alguns recados com ar divertido:"Hoje a Maria Rita fez uma birra porque quis comer duas papas. E também não gostou que outro menino tivesse tido o desplante de lanchar antes dela, portanto esteve a chorar, e outra mãe veio logo pegá-la ao colo para a socorrer". E mal eu poderia adivinhar a minha sorte para o resto do dia, mas assim continuou: fez birra para entrar no banho, birra para sair, birra para se vestir, birra para comer a sopa, birra para comer os maiores pedaços de manga, birra porque o pai estava a tocar harmónica, birra porque ele parou de tocar, e por aí fora até ir para a cama, onde está agora. Fiquei a pensar, será um problema de genes? Será que estou a ser muito branda? Eu sei que torci muitas vezes para que ela tivesse um carácter de guerreira mas não precisava de ser já… E ainda é só segunda-feira…que bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário