28 de maio de 2014

A COMPRAR LIVROS NA LOJA DO CIDADÃO


No meio da semana esquizofrénica, decidi ir alterar a morada do cartão do cidadão à loja do cidadão mais próxima. Como tinha o número de atendimento 127 e ainda só tinham atendido 30 pessoas, achei melhor ir à Bertrand ver livros. Quando saí de lá tinha gasto mais dinheiro do que podia, a compra foi "O complexo de Portnoy" - leitura a juntar agora à Guerra dos Tronos e à História do Rock&Roll (estagnados por falta de tempo).
Quando regressei à loja do cidadão passado uma hora, ainda só ia no número 49, de maneira que tirei a manhã para comprar um livro. Espero bem que valha a pena, senão alguém vai pagar muito caro por isto.

2 comentários: