1 de outubro de 2014

QUINTAL EM CASA, OBRIGADA







Contente. Os meus pais trouxeram-me um bocadinho do quintal. Vinham com uma caixinha debaixo do braço, muito exótica, muito caseira, muito aromática e muito orgulhosa de si mesma. Aparecem aqui com novidades e às vezes nem tenho coragem de experimentar tudo, mas a Zola é sempre fã das frutinhas, mesmo as mais inesperadas. Tinha nozes, castanhas, mini-pêras, physalis, araçás,  mini-kiwi e maracujá. Ainda havia ramos de rúcula selvagem, hortelã-pimenta, cidreira e lúcia-lima para fazer chás. Uma caixa de morangos. Maçãs raineta e de outras variedades e pêros. Tudo caseiro e biológico. Trouxeram também uma nova malagueta porque a outra morreu numa semana (é verdade, vergonha. Desta vez foi excesso de zelo, afogou-se com tanta regadela). Agora mal posso esperar por ir à terra e trazer uma super encomenda de cactos e suculentas para fazer um jardim miniatura que me lembre o deserto, o calor de Verão. É verdade, não sou fã do frio. Dá-me ciática.

Sem comentários:

Enviar um comentário