3 de dezembro de 2014

MERCADINHO DA BIRRA

Birras de arestas finas e cortantes para dar e vender, quem quer? Ao pequeno-almoço, ao lanche e ao jantar. À hora do banho e à hora de vestir o pijama. Para lavar os dentes, para se sentar na banheira e para despir o casaco. Há de todas as cores e intensidades, freguesa, é aproveitar esta oportunidade, que birras frescas destas, não há todos os dias no mercado. Ainda por cima o Natal está à porta!
Hoje choquei de frente com a realidade. Eu e a Calamity Jane do drama caseiro partilhamos casa. Olaré.


Sem comentários:

Enviar um comentário