10 de março de 2015

DIGA-ME QUE CHOCOLATE COME E DIR-LHE-EI QUEM É

Encontrada no Tumblr, mas já não sei onde

A. -  Sabes, há umas bolas de chocolate que gosto muito de comer.

M. - Ah, sim?

A. - Sim, têm amendoins por dentro.

M. - Pequeninas?

A. - Sim.

M. - M&M's?

A. - Não, não é esse o nome.

M. - Então?... Mas são às cores?

A. - Nãaaao! São de chocolate.

M. - Maltesers?

A. - Não!

M. - Com amendoins por dentro só podem ser Conguitos.

A. - Não, não. Não é esse o nome...Os teus primos andam sempre com isso.

M. - Os meus primos?.... Bombocas?

A. - (já irritado) Não! Por dentro são amendoins e há muita propaganda disso na televisão. Só que agora não me lembro do nome. São deste tamanho (e exemplifica o tamanho com os dedos, muito maior que um M&M. Mistério.)

M. -Não estou a ver. Vêm em saco ou numa caixa.

A. - Numa caixa! E há moreias muito grandes disso no supermercado.

M. -Ah, já sei! São os bombons da Garoto, aqueles brasileiros, que têm creme de amendoim por dentro.

A. - (agora está irritado e ri-se de impaciência) Não. Têm pedaços de amendoim que até se prendem nos dentes.

M. - Há montanhas no supermercado?

A. - Sim, onde eu vou há muito. E aquilo tem um sabor muita bom.

M. - No Natal há muito?

A. - Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim (tipo criança).

M. - Huuum, com propaganda e com montanhas no supermercado só pode ser Ferrero Rocher!

A. - É issooooooo!


Quando o A. é nosso avô, temos que ter um doutoramento na indústria do snack.

(Este post é dedicado ao meu avô, que é tipo o avô da Heidi que vive sozinho na montanha.
Quando estamos juntos falamos das carreiras, da visita dele a Fátima quando os sinos gigantes da catedral ainda estavam no chão, das idas em criança à Nazaré (a cavalo) em que ao longe confundiu os barcos no mar com ovelhas a pastar, dos sulfíticos do vinho, do percurso antigo do comboio, dos pinhais, dos tipos de pássaros que havia (os miotos, os verdilhões que já não se vêem e os bico lacre que voltaram agora a andar por aí), dos gatos, da ida a Londres, das uvas morangueiras muita boas para fazer vinho, da maneira como a mãe dele mandava o almoço por um cesto preso a uma cordel para ele não ter que se levantar do sítio onde brincava, de como os garotos pegaram fogo ao carvalho grande, do pau de festa do pai, do dia em que a minha mãe miúda foi bater  com o tractor num poste de pedra que sustentava um barracão e teve muita sorte, das nascentes, dos javalis que atacaram o milharal e deixaram tudo destruído, da viagem à Polónia e da visita aos campos, dos produtos que põe nas batatas...... e pensar que era um homem calado. Agora até falamos de chocolates.)
Conta mais de 80 esta terça-feira. Parabéns avô!


6 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Penélope! É um avô bem especial =)

      Eliminar
  2. Muitos parabéns ao teu avô!
    Este teu post fez com que ainda tenha mais saudades da minha avó e das suas conversas intermináveis.

    E olha que o teu avô tem muito bom gosto. Os Ferrero Rocher são bons com'ó caraças! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! As conversas dos avós ficam-nos gravadas, valem tanto como fotos =)

      Eliminar
  3. Viajado o avô... ;-) Parabéns! E que se mantenha doce por muitos mais anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O avô tem esta faceta de curioso. Obrigada =)

      Eliminar