25 de maio de 2015

4 PASSOS PARA FAZER UM VESTIDO




Nunca esta renda francesa se imaginou pregada neste tecido. Nunca este tecido japonês calculou que teria a honra de ser cortado e cosido pelas mãos habilidosas da minha avó, ao pé do mar. Nunca eu imaginei que aos 34 me poderia dar ao luxo de ter roupa feita à medida.
Vou começar onde começa a história deste vestido: o meu amigo Mário trouxe-me o tecido de Tóquio (1). A minha avó desenhou o modelo, cortou e confeccionou a ouvir as ondas (2). O meu amigo João deu-me a renda que a mãe dele trouxe de França nos anos 60 (ou por aí perto, suponho eu, 3). A renda estava guardada numa magnífica caixa antiga de sabonetes da Ach Brito (é verdade). Eu cosi a renda ao vestido (4). Um vestido a pelo menos 10 mãos. O meu sincero obrigada a todos os participantes, é isto que torna belas as coisas.


14 comentários:

  1. Uau! Aposto que vestido nenhum trazido de uma loja teria uma história assim para contar. Uau! para a história, para o vestido e para a tua Avó.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, acho que o uau é especialmente para a minha avó, que parecendo que não já tem mais de 80 anos e ainda está para as curvas =)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Não dá para ver tudo, mas o corte é estilo anos 60, eu é que não tenho jeito para modelo ;)

      Eliminar
  3. Tu tens jeito para tanta coisa!!! Dás-me raiva!

    ResponderEliminar
  4. Eu aqui não fiz nada, atenção, só preguei a renda ao vestido. A designer de moda é a minha avó Linda, quem me dera saber o que ela consegue com agulha, linha e tecidos =)

    ResponderEliminar
  5. Bem, adorei o tecido. A renda dá-lhe um toque decalé que fica o máximo. Pena é não ver o modelito todo. Fiquei curiosa, pá!

    Muitos parabéns à tua avó. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ehehe pois, eu já sabia que essa legítima reclamação ia surgir: ver o vestido todo. Só que sou péssima modelo e não tenho jeito nenhum para me armar em blogger de moda. De maneiras que optei por mostrar só os pormenores e deixar o resto à imaginação. O corte é simples como um daqueles vestidos à Twiggy nos anos 60. Quando reencontrar a minha avó vou-lhe dizer que ela devia abrir um site de modelos caseiros. Obrigada

      Eliminar
    2. Hum... desta vez passa. :p
      Modelito à miss Twiggy parece-me muito bem.

      Essa do site não era nada má ideia. Vê lá isso com ela. :)

      Eliminar
  6. O vestido esta' fenomenal e lindo e tudo e tudo e tudo, mas a historia do vestido a 10 maos... qualquer coisa :)

    ResponderEliminar
  7. O vestido esta' fenomenal e lindo e tudo e tudo e tudo, mas a historia do vestido a 10 maos... e' qualquer coisa :)

    ResponderEliminar
  8. O vestido é lindíssimo (e tu também ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grazie mille! Eu pareço bonita porque estou enfiada no vestido =)

      Eliminar