23 de maio de 2015

4 SEMANAS SEM SAIR DÁ NISTO


Estar ontem no Open Day da Lx Factory foi um pouco como voltar ao Caldas Late Night (na Escola S. de Arte e Design das Caldas da Rainha) no final dos anos 90. Um pouco. Uma nesga do que era ir ao Caldas. Não é claramente a mesma coisa, o espírito é outro. Nas Caldas era 1000 vezes melhor. Mais inesperado, controverso, atrevido, alternativo, crítico e artístico. Era uma noite em que tínhamos um mapa da cidade, e as casas dos alunos abertas ao público, para percorrer. Em cada morada havia concertos, exposições, projecções, performances, a noite inteira a pé de um lado para o outro.
Ontem na Lx Factory, por momentos, quando entrei em algumas das salas com concertos ou mostras de arte, senti-me um bocadinho lá. Foi estranho. Um flashback, coisa de segundos.

Sem comentários:

Enviar um comentário