11 de setembro de 2015

OSCAR WILDE É WILD


Não aprecio muito teatro. É verdade, confesso. Sempre achei que o teatro é mais interessante de se fazer do que de assistir. Se calhar porque vi demasiados monólogos. Para mim o teatro é mais emocionante na versão camarote-caracterização-figurinos-cenário do que na versão compra-bilhete-e-assiste-à-peça. Mas Oscar Wilde é demasiado bom a encher o ar de sarcasmos para se perder "Uma mulher sem importância" no Teatro Maria Matos, por isso ide, eles são bons no que fazem, é fácil gostar.

Sem comentários:

Enviar um comentário