20 de janeiro de 2016

CRESCER EM 2016



Ilustrações lindas de morrer do madrileño Adolfo Serra. Preciso deste livro!

Durante meses contei a história do Capuchinho Vermelho à punk Zola de uma forma muito suave. Afinal ela ainda não tem três anos, e histórias muito violentas antes de dormir podem perturbar os sonhos de um sono que já não é famoso.
Na hora em que o lobo engole a avó e o Capuchinho, o lobo aparece ilustrado com uma grande barriga redonda - eu digo sempre que o lobo engoliu de uma vez o bolo de chocolate que o Capuchinho levava no cesto e está com uma indigestão. Entretanto avó e Capuchinho fogem sem deixar rasto.
Estava convicta que esta versão era suficientemente boa até a punk Zola crescer mais um bocadinho, mas ela, com uma voz muito calma, tirou-me o livro da mão e disse:
"Eu conto! O lobo está com uma barriga grande, vês? Porque comeu a avó, o capuchinho, e o caçador!" Vitória, vitória, acabou-se a história. Afinal ela soube sempre! Nem o caçador escapa, o lobo rapou os ossinhos aos personagens todos. Eu tive mais medo da história que ela!
Além disso, ontem apontou para um soutien que estava no estendal e perguntou-me o que era. Eu expliquei e ela, sem mais delongas, disse-me que precisava de um em cor-de-laranja. Até escolheu a cor.


4 comentários:

  1. ahahahhahahaha
    a amália também já me pediu um "sutiman". eu disse que lhe dava quando ela fosse mais crescida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas espera aí, um sutiman é muito mais que um soutien! =D

      Eliminar
  2. .não se mente às crianças!!! :)
    - elas têm direito a escolher a cor do 'sutiman'
    ... conheço este lobo mau de algum lado....

    ResponderEliminar
  3. As crianças são sábias, na mais pura e genuína essência que é o ser Humano! Dão-nos grandes lições...ao pé delas, somos nós pequenos:-)

    ResponderEliminar